Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há uma estante na sala

Há uma estante na minha sala que só fala em português. Uma descoberta de livros e autores portugueses. A viagem de uma vida

Há uma estante na sala

Há uma estante na minha sala que só fala em português. Uma descoberta de livros e autores portugueses. A viagem de uma vida

A escolha da minha outra metade, a minha Cláudia

Rubrica (com tentativa semanal) onde convido amigos a escolherem um livro de um escritor português

21.06.20 | Há uma estante na minha sala

A Cláudia é uma das pessoas mais importantes e especiais da minha vida. Actualmente temos uma distância de mais de mil kms e mesmo assim estamos sempre próximas nos momentos chave. E isso é uma relação para a vida. 

A Cláudia cresceu fora dos grandes centros urbanos e isso fez por um lado querer muito vir para um e por outro viajar muito dentro dos livros. E por isso fazia todo o sentido ela trazer as Viagens à minha terra do Almeida Garrett. 

Sinopse do Livro:
Plano Nacional de Leitura
Livro recomendado para o 3º ciclo, destinado a leitura autónoma.
 
Em Viagens na Minha Terra, publicado inicialmente em folhetim entre 1845 e 1846, Almeida Garrett descreve a viagem que fez entre Lisboa e Santarém, bem como as suas impressões sobre os locais por que passou. No meio destas deambulações, conta a história de Joaninha, a menina dos rouxinóis, de Carlos, que encarna o herói romântico, e de Frei Dinis, entrelaçando a tragédia que liga estas personagens com as suas crónicas de viagem.

 

Almeida Garret - Viagens na minha Terra

A opnião da Cláudia:

"A minha primeira viagem de Lisboa a Santarém. Nunca tinha ido a Lisboa e muito menos sabia onde era Santarém mas diverti-me imenso sem sair de casa.
Viagens na minha terra não retrata só a viagem física mas também a viagem psicológica. Está cheio de reflexões políticas, filosóficas e existênciais."

RUBRICA - É uma casa portuguesa com certeza

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.