Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Há uma estante na sala

Há uma estante na minha sala que só fala em português. Uma descoberta de livros e autores portugueses. A viagem de uma vida

Há uma estante na sala

Há uma estante na minha sala que só fala em português. Uma descoberta de livros e autores portugueses. A viagem de uma vida

Irmão Lobo, a escolha da minha Eliana

Rubrica (com tentativa semanal) onde convido amigos a escolherem um livro de um escritor português

15.05.20 | Há uma estante na minha sala
Tenho duas Elianas na minha vida, uma por culpa da outra. Uma mais antiga e outra mais recente. Entretanto os anos passam e já são as duas antigas. 
 
Quando falo a outras pessoas quase sempre a pergunta é: "Qual delas?", a minha Eliana, a tua Eliana, a nossa Eliana... acaba por ser uma troca de expressões até percebermos de quem estamos a falar. As duas são importantes na minha vida e as duas estão presentes mas de forma diferente.Mas nem sempre foi assim.
 
Antes da outra era só esta. Porque esta é a mais antiga, a que está desde o 5º ano a com quem já vivi várias vidas nesta mesma vida. A vida em que eramos indiferentes, a vida em que não nos suportávamos [coisas de miúdas], a vida em que nos víamos todos os dias, a vida em que íamos passar férias juntas, a vida das tertúlias de queijo e vinho, a vida dos fim-de-semanas na piscina mas também a vida das noites a dançar no Bairro Alto, a vida em que só nos víamos uma vez por semana, a vida em que passamos meses sem nos ver mas a vida acima de tudo de estamos sempre presentes.
 
E que curioso a escolha dela ter sido no Dia Internacional da Família, porque os amigos são família e porque o livro escolhido também é sobre isso.
 
A Eliana escolher o livro Irmão Lobo da Carla Maia de Almeida 
 
"Li-o há uns anos, em 2013, assim que foi publicado. Sete anos depois voltei a pegar nele (por causa da @ha.uma.estante.na.sala). Acredito que ler o mesmo livro em diferentes idades, é lê-lo em diferentes línguas. Por isso, foi como se fosse a primeira vez e, no entanto, foi tudo muito familiar. O que encontrei lá dentro foi isso mesmo, a família - ou a matilha-, esse que é o livro mais antigo das nossas vidas e que nunca paramos de o reler. No dia internacional da família."
 
 

WhatsApp Image 2020-05-15 at 15.59.06.jpeg

 

 
 
Rubrica É uma casa portuguesa com certeza
 
 
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.