Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Há uma estante na sala

Há uma estante na minha sala que só fala em português. Uma descoberta de livros e autores portugueses. A viagem de uma vida

Há uma estante na sala

Há uma estante na minha sala que só fala em português. Uma descoberta de livros e autores portugueses. A viagem de uma vida

#MINI ESTANTE, Livro Infantil - Um vírus que só tinha um defeito, era demasiado curioso

MINI-ESTANTE, rubrica deste blog dedicada a livros infantis

12.05.20 | Há uma estante na minha sala
Esta é uma nova rubrica do blog - Mini Estante -  dedicada à literatura infantil.
Inicialmente ia inagurá-la mais tarde e com alguns livros que sempre gostei, independentemente da idade, mas depois apareceu este livro e dado o tempo que vivemos não resisiti.
 
 
Assim de repente conhecem algum vírus? Qual é o primeiro nome que vem à cabeça? Talvez …. corona, covid-19? É verdade desde janeiro que as nossas vidas mudaram tanto. Começou por ser algo que se passava do outro lado do mundo e aos poucos foi-se aproximando da Europa e alterou as nossas vidas por completo a partir de meio de março. Ficámos a viver dentro de um filme de ficção científica [tipo o filme Contágio de 2011] , um vírus silencioso e por vezes mortífero que passa sem avisar.  Obrigou-nos a ficar mais de um mês presos em casa, a sair só para o essencial (confinamemto voluntario, estado de emergência e agora estado de calamidade). E que nos fará viver numa realidade bastante diferente durante algum tempo  - máscaras, luvas, distanciamento social que afinal é só físico de 2 metros entre tantas outras regras que estamos todos [ainda] a aprender.  
 
No meio deste caos foi um dos momentos onde vi nascerem iniciativas e projetos maravilhosos, o melhor de cada um de nós veio ao de cima, porque este vírus não escolhe idade, sexo, estatuto social, estudos, religião… No meu caso pessoal, nesta fase fiquei com mais tempo livro criei este blog que era algo que já queria há muito tempo como conto aqui.
 
E assim aparece a Joana. Já conhecem a Joana? Não? Eu também não a conheço pessoalmente, encontrei-a enquanto fazia scroll pelo instagram, contactei-a e trocámos algumas mensagens. Mas a Joana só pode ser uma pessoa especial. E porque perguntam vocês? Porque no meio desta pandemia, de todo lado negativo e de sofrimento ela olhou-o de outra forma. Tudo para conseguir explicar à sua filha o porquê de estamos todos em casa, o porquê de não puder ir ao parque brincar, o porquê de não ver os avôs, o porquê de tanta coisa. As crianças são as primeiras a perceber que algo não está bem, não é?
 
Esta ideia nasceu depois de uma sessão com a sua psicóloga, logo no início do confinamento. Todos estávamos assustados e todos queríamos fazer alguma coisa, mas realmente para quem não é da área da saúde sentimo-nos de pés e mão atadas. Mas como já referi [e acredito piamente] é nestas alturas que surgem as melhores ideias e assim foi. A Joana lembrou-se que sabia desenhar [e escrever também pelos vistos :)] e podia criar uma história leve e bem-disposta para contrariar tudo o que vemos nas notícias e que nos deixa ansiosos. E assim ajudar todos os Pais e Mães a contarem a história do Covid. 
 
E qual é o único defeito deste vírus? Ser um curioso, queria viajar [como tantos de nós!] mas não tinha dinheiro! Mas este vírus é persistente e decidiu que isso não o ia impedir de cumprir o seu sonho, com tantas pessoas a andarem pelo mundo ele podia ir preso a elas. E assim foi!
 
A Joana queria  mesmo que olhássemos para o vírus como um ser que não tinha noção do mal que nos iria causar que não é um bicho-papão. É alguém como nós cheio de sonhos que quando vê um obstáculo arranja formas de o ultrapassar.  
 
Serei eu a única a achar que estas histórias infantis também têm sempre uma mensagem para nós adultos?

O virusquequeria viajar_foto.jpg

 

Processo na construção do Livro: 
• Tudo feito de forma manual e para aproveitar materiais que tinha em casa ([lojas fechadas e tal)
• História escrita de forma super rápida [Joana, ainda vais ser uma escritora de livros infantis 😊 ] mas concretização mais demorada 
• Materiais usados -  aguarela, guache e sacos do Ubereats 
 
Segundo ela o livro está longe de estar perfeito mas como diz a célebre frase: “Feito é melhor que perfeito!” por isso Parabéns pelo resultado final! 
 
A única coisa que a Joana nos pede? Que façamos chegar este livro ao maior número de crianças possíveis. Portanto partilhem, partilhem e partilhem. 😊 
 
O livro chama-se O vírus  que queria viajar e está diposnivel para todos de forma gratuita. Para tal basta descarregarem o mesmo e vão ter um livro super mimoso que podem ler várias vezes aos mini. 
Atrevo-me a acrescentar que é uma ótima forma de dar a conhecer os países por onde ele passa ao longo da história. Porque não terem um mapa ao lado e mostrarem os países onde ele foi “passear”?
 

WhatsApp Image 2020-05-10 at 18.00.49.jpeg

E para todos ficarmos a conhecer melhor a Joana fiz-lhe algumas perguntas:

Ocupação: full-time mom com um side job criativo (vai tentando em paralelo criar  peças que oscilam muito entre escultura, pintura, ilustração, peças decorativas)
Provérbio português: Quem não quer ser lobo que não lhe vista a pele (existem outros que não podem/devem ser ditos por aqui)
Livro português preferido: Sonetos da Florbela Espanca, em particular o poema “Panteísmo”.
Objecto indispensável: Não gosta muito da escolha mas acaba por ser o telemóvel [Relação de amor-odio, acho que todos temos hoje em dia. Não? ]
Zona da casa onde gosto mais de estar: Entre a cozinha e a secretária, são os sítios onde consegue deixar a criatividade fluir. Durante este período de confinamento descobriu que adora a varanda [Quem não descobriu que o m2 da varanda era um sítio maravilhoso? ]
Peça de roupa: Oscila muito mas uma coisa que tem há anos e nunca vai sair do seu armário é o blusão de cabedal
Prato/Comida favorita:É um bom garfo, adora comida e adora comer. É um problema para decidir. Mas tudo o que leve cogumelos selvagens como boletos, cantarelos ou trompetas, adora cogumelos. O gelado de boletos do Santa Clara dos Cogumelos é talvez das coisas mais sublimes! [claramente tenho de ir experimentar pois tmabém sou fã de cogumelos]
Sitio favorito em Portugal: Durante muitos muitos anos foi a zona do sotavento algarvio, especificamente a zona entre Tavira e Cacela onde passou todos os verões em criança e adolescente. Neste momento tem tentado conhecer a terra ancestral do seu companheiro, no concelho de Abrantes, que tem muitos tesouros ainda escondidos. [não vão lá para continuar a ser tudo da Joana, sim? ]
 
Podem segui-la no seu instagram: _um_ninho_